Athletico-pr

É semifinal! O histórico do Furacão em competições nacionais e continentais

A hora decisiva da temporada 2021 está chegando. E pela primeira vez em sua história, o Athletico está em duas semifinais simultâneas, em competições nacionais e internacionais! O ...

Por Redação

há 3 semanas


É semifinal! O histórico do Furacão em competições nacionais e continentais


A hora decisiva da temporada 2021 está chegando. E pela primeira vez em sua história, o Athletico está em duas semifinais simultâneas, em competições nacionais e internacionais!

O primeiro desafio é na CONMEBOL Sul-Americana, contra o Peñarol. Na sequência, o confronto será contra o Flamengo, pela Copa do Brasil.

Com as duas semifinais de 2021, o Furacão está pela décima vez entre os quatro melhores colocados em competições de primeira linha da CONMEBOL e da CBF. E o retrospecto histórico é favorável ao Rubro-Negro.

Nas oito semifinais anteriores, por seis vezes o Athletico avançou às finais. Em quatro delas terminou a competição como campeão.

Relembre o histórico do Furacão nas semifinais:

Campeonato Brasileiro 1983 – Athletico x Flamengo

Apesar da boa campanha no Brasileirão, poucos acreditavam no Athletico na disputa direta contra a grande equipe do Flamengo dos anos 1980. Mas o time athleticano mostrou o seu valor e ficou a apenas um gol da decisão.

A primeira partida, no Maracanã, terminou com o placar de 3 a 0 para o time carioca, com um pênalti muito contestado nos minutos finais.

Mesmo assim, o time e a torcida do Furacão não se abalaram. Na partida de volta, com recorde absoluto de público no Couto Pereira, o Athletico fez 2 a 0 no primeiro tempo e viu as estrelas do Flamengo se fecharem na defesa para segurar o resultado na etapa final.

Seletiva da Libertadores 1999 – Athletico x São Paulo

Fora da fase decisiva do Brasileirão por apenas dois pontos, o Athletico ganhou a chance de buscar uma vaga na CONMEBOL Libertadores através da Seletiva. O time rubro-negro, comandado pelo Quadrado Mágico, não desperdiçou.

Portuguesa, Coritiba e Internacional ficaram pelo caminho. Na semifinal, o Furacão topou com o São Paulo.

A primeira partida, no Couto Pereira, teve duas viradas no placar e terminou com vitória rubro-negra por 4 a 2, com dois gols de Adriano, um de Gustavo e um de Kelly. A volta, no Morumbi, teve apagão nas luzes do estádio, 2 a 1 para o time da casa no placar e o Athletico classificado para a decisão.

Na final, o Athletico enfrentaria o Cruzeiro e terminaria com o troféu, garantindo sua primeira participação no maior torneio do continente.

Campeonato Brasileiro 2001 – Athletico x Fluminense

Foi um dos jogos mais emocionantes da campanha do título brasileiro e de toda a história do Furacão. Dono da melhor campanha, o Athletico teve o mando de campo na semifinal em jogo único contra o Fluminense. E a Arena lotada assistiu a um jogaço.

O Flu saiu na frente já no minuto final do primeiro tempo, com um gol de Magno Alves. Logo no começo do segundo, Alex Mineiro empatou. E aos 24′, Alex Mineiro anotou o tento da virada rubro-negra.

Mas o time carioca voltou a empatar, de novo com Magno Alves, em um resultado que levava a disputa para os pênaltis. Só que aos 44′, o bola novamente procurou Alex Mineiro, que puxou para o meio e bateu rasteiro da entrada da área.

Loucura no Caldeirão. O Athletico estava de volta à CONMEBOL Libertadores. E na grande final contra o São Caetano.

CONMEBOL Libertadores 2005 – Athletico x Chivas Guadalajara

Após uma épica classificação diante do Santos, o Furacão encarou na semifinal uma das equipes mais tradicionais e populares do México: o Chivas Guadalajara. Era a melhor campanha do clube na CONMEBOL Libertadores. E o Rubro-Negro iria ainda mais longe.

No primeiro jogo, no Caldeirão, o Athletico abriu uma grande vantagem. Aloísio abriu a contagem de cabeça. Fernandinho fez o segundo de falta. E Fabrício definiu o placar com um golaço de fora da área: 3 a 0!

A volta foi no histórico Estádio Jalisco. Os mexicanos saíram na frente, mas o Rubro-Negro virou com dois gols de Lima. O empate do Chivas, já no final, não ameaçou a vaga athleticana na final continental.

CONMEBOL Sul-Americana 2006 – Athletico x Pachuca

O Athletico vinha de uma boa campanha. Já tinha passado por Paraná Clube, River Plate e Nacional. Mas não teve uma boa jornada contra os mexicanos do Pachuca. Na primeira partida, vitória dos visitantes por 1 a 0 no Joaquim Américo. No jogo de volta, o Rubro-Negro saiu na frente com um gol de Ferreira, mas acabou superado por 4 a 1.

Copa do Brasil 2013 – Athletico x Grêmio

Era a primeira vez do Furacão nas semifinais da Copa do Brasil. Brasil de Pelotas, América de Natal, Paysandu, Palmeiras e Internacional já tinham ficado para trás. Agora, o adversário era o Grêmio de Renato Gaúcho.

Com o Caldeirão em obras para a Copa do Mundo, o primeiro jogo foi na Vila Capanema. E a vitória rubro-negra veio com um gol de cabeça de Dellatorre.

E na Arena do Grêmio, o grande destaque foi Weverton, que fechou o gol, garantindo o empate em 0 a 0 e vaga na decisão.

CONMEBOL Sul-Americana 2018 – Athletico x Fluminense

A vaga na decisão continental veio com duas vitórias categóricas do Furacão. O adversário foi o Fluminense, que não teve forças para brecar a arrancada rubro-negra rumo ao título.

A primeira partida foi no Caldeirão. Lucho González começou a jogada, que seguiu com o cruzamento de Marcelo, o corte do goleiro e Renan Lodi pegando o rebote duas vezes para abrir a contagem. Depois, Renan Lodi fez o cruzamento perfeito para Rony: 2 a 0!

O placar se repetiu no jogo de volta, no Maracanã. Logo no começo, Marcelo cruzou e Nikão encheu o pé, ampliando a vantagem rubro-negra. E no segundo tempo, Nikão puxou o contra-ataque e tocou para Marcelo, que cruzou rasteiro para Bruno Guimarães.

Era o Furacão a caminho da conquista do continente!

Copa do Brasil 2019 – Athletico x Grêmio [reveja abaixo]

Ninguém jamais esquecerá a histórica remontada do Furacão para cima do time gaúcho. Um triunfo épico que deixou o Rubro-Negro forte como nunca para garantir o título da Copa do Brasil.

Nada deu certo para o Athletico na primeira partida, em Porto Alegre. O Grêmio dominou a partida e saiu em vantagem com o placar de 2 a 0.

Mas ainda faltava enfrentar o Rubro-Negro no Caldeirão.

Aos 17′ do primeiro tempo, Rony cruzou, Bruno Guimarães mandou uma bomba no travessão e Nikão aproveitou o rebote. E aos 3′ da etapa final, o cruzamento de Rony encontrou a cabeça de Marco Ruben.

O empate no placar agregado levou a disputa para os pênaltis. Todos acertaram suas cobranças até que Pepê bateu e Santos voou para uma defesa imortal.

A vaga na decisão era do Athletico! O troféu seria nosso também.

Fonte: https://www.athletico.com.br/noticia/e-semifinal-o-historico-do-furacao-em-competicoes-nacionais-e-continentais/
Outras noticias do Athletico-PR

  Adversário definido! Furacão terá pela frente o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil