América - Mg

América supera Cuiabá e calor de 38º para subir na tabela do Brasileiro

02 out 2021 Assessoria América Mineiro Ademir fez um dos gols da vitória do América sobre o Cuiabá – Foto: Estevão Germano O América foi a Cuiabá para ...

Por Redação

há 2 meses


América supera Cuiabá e calor de 38º para subir na tabela do Brasileiro


Ademir fez um dos gols da vitória do América sobre o Cuiabá – Foto: Estevão Germano

O América foi a Cuiabá para enfrentar os donos da casa e o forte calor da região, cerca de 38º durante o jogo na Arena Pantanal. Com inteligência e precisão, o Coelho fez 2 a 0, gols de Zárate e Ademir, e deixou o campo com três pontos na tabela e mais duas posições na tabela do Brasileiro, agora no 13º lugar.

O primeiro gol da partida nasceu em cobrança perfeita de Zárate, no ângulo. Ademir, em contra-ataque fatal, recebeu de Lucas Kal para fazer o segundo e confirmar o triunfo na reta final do jogo.

Depois de um primeiro tempo em que pressionou o rival em seu campo, o time americano administrou o ritmo na segunda etapa para consolidar os três pontos.

Com a vitória deste sábado, o América chega a seis jogos de invencibilidade (3 vitórias e 3 empates). O Coelho está na 13ª posição da tabela, com 27 pontos.

Na próxima rodada, o Coelho recebe o Palmeiras na Arena Independência, na quarta-feira, às 21h30. O jogo marca a volta da torcida aos jogos do Clube. Os ingressos estão à venda.

O Jogo

Nos primeiros 15 minutos, o América se mostrou bem à vontade na Arena Pantanal. O Coelho finalizou cinco vezes no primeiro terço da partida. Ricardo Silva teve grande chance de cabeça e quase abriu o placar aos 10 minutos. O time americano ainda criou uma boa chance com Fabrício Daniel, que quase alcançou o cruzamento de Ademir.

Porém, foi dos pés de Mauro Zárate, aos 12, que saiu o primeiro gol do América. Em cobrança de falta magistral, o argentino colocou no ângulo de Walter, que se esticou todo, mas não impediu o golaço.

Minutos depois, depois de cortar a marcação, Zárate bateu de perna esquerda e quase fez outro belo gol. O América continuou com boa atuação, enquanto o Cuiabá aposta em saídas de velocidade pelas extremidades.

O forte calor de 38º foi mais adversário intenso para o América, que diminuiu um pouco o ritmo na metade da primeira etapa. O Cuiabá aproveitou a deixa para aparecer mais vezes no ataque. Mas, quando passava pela defesa, os donos da encontravam um Matheus Cavichioli inspirado. O paredão americano pegou cabeça de Osman e falta de Pepê, demonstrando a boa fase que vive.

A torcida da casa ainda tentou pressionar, mas o Coelho levou o primeiro tempo com o gol de vantagem para o vestiário.

Segundo tempo

O América teve uma chegada perigosa no reinício do jogo, mas os donos da casa tentaram pressionar mais.

Aos 13, Felipe Azevedo demonstrou que o América estava disposto a incomodar a defesa adversária e conseguiu drible para invadir a área. A zaga cortou na hora do passe que deixaria Zárate na cara do gol.

O Coelho abaixou as linhas e ditou o ritmo, principalmente depois de uma primeira etapa intensa sob forte calor na Arena Pantanal.

Felipe Azevedo acertou o travessão do Cuiabá, mas o lance estava parado. O auxiliar apontou que, no cruzamento de Patric, a bola havia saído pela linha de fundo. O lance gerou dúvidas, mas não valeria se tivesse entrado por conta da marcação antecipada da arbitragem.

Aos 37, Ademir recebeu belo passe de Lucas Kal para invadir a área e guardar no fundo das redes, em chute cruzado com o pé direito. O placar de 2 a 0 garantiu o triunfo americano.

FICHA DO JOGO

Cuiabá 0 x 2 América

Motivo: Campeonato Brasileiro – Rodada 23
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Árbitro: Rafael Traci (Fifa/SC)
Auxiliares:  Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Johnny Barros de Oliveira (AB/SC)
Árbitro de vídeo: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC)

Gols: Zárate, aos 12 minutos do primeiro tempo; Ademir, aos 37 do segundo tempo (América)

Cartões amarelos: Alê, Patric (América); Paulão (Cuiabá)

América
Matheus Cavichioli; Patric (Diego Ferreira), Ricardo Silva, Eduardo Bauermann, Lucas Kal e Marlon;  Alê (juninho), Felipe Azevedo (Rodolfo); Ademir, Zárate (Juninho Valoura) e Fabrício Daniel (Ribamar)

Técnico: Vagner Mancini

Cuiabá
Walter; João Lucas, Marllon (Alan Empereur), Paulão e Uendel; Auremir (Uilian Côrrea), Pepê (Felipe Marques) e Clayson; Jonathan Cafú, Osman (Rafael Gava) e Jenison (Elton)
Técnico: Jorginho

Outras noticias do Brasileirão Série A

  Galo vence o Inter e amplia vantagem na liderança